15 de abr de 2012

Something blue (Emily Griffin)



Título: Something blue
Autor: Emily Griffin
Editora St. Martin, 338p.

Darcy descobre que sua melhor amiga, Rachel, a traiu com seu ex-noivo Dex. Ela desabafa sobre a situação com todos: seus pais, que não acreditam que Rachel possa ter feito algo assim (dada a amizade de longa data das duas) e com o pai de seu filho, Marcus (que é ex de Rachel e melhor amigo de Dex). A partir daí, Darcy passa a avaliar sua vida: como ele sempre conseguiu as coisas por sua beleza, enquanto Rachel tinha que batalhar por tudo, como começou sua história com Dex (apresentado a ela por Rachel) e o que a fez se interessar por Marcus, um cara desleixado que a primeira vista não faria seu tipo. Quando ela percebe que começou a se interessar demais pelo padrinho de seu noivo, Darcy o faz sair com Rachel. Até que o inevitável (mas desejado) acontece entre Marcus e Darcy, ela percebe o que realmente sentia. Ela conversa com Marcus a respeito e fica magoada porque ele não dá ao evento a mesma importância que ela. No início, Marcus tenta resistir, mas acaba cedendo e os encontros tórridos acontecem por meses. Quando ela descobre estar grávida de Marcus, resolve terminar o noivado com Dex. Em sua nova vida com Marcus, ela ainda se sente um prêmio disputado pelos dois ex-amigos, enquanto acha que Rachel é um mero prêmio de consolação para Dex. Algumas situações fazem Darcy perceber que ela é a única que está trabalhando por uma relação estável, e finalmente se dá conta de que escolheu o cara errado. Quando os pais descobrem que ela está grávida, desaprovam sua relação. Seu mundo cor de rosa está desmoronando e Darcy não pode fazer nada para impedir. Darcy está perdida e sozinha. Em Londres, para onde viajou tentando dar um jeito em sua vida, ela se “hospeda” (depois de insistir muito) na casa de um antigo colega de escola (amigão de Rachel). Ao invés de arrumar um emprego, ela só sabe torrar seu dinheiro (detalhe: ela não gasta nada com o bebê, só quer saber de comprar roupas da moda e verificar se ainda não perdeu corpo sexy). Até Ethan, seu anfitrião, cansar e lhe dizer muitas boas verdades. Então, Darcy finalemente começa a avaliar o por quê do vazio em sua vida.

Este livro é a continuação de O noivo da minha melhor amiga, onde descobrimos como começou o romance entre Dex e Rachel, a descoberta da traição por Darcy do ponto de vista de Rachel. A diferença está no fato de que, enquanto Rachel se mostra arrependida por ter sacaneado a melhor amiga e não consegue entender seus próprios sentimentos, neste livro Darcy tem certeza do que sente, nisso se inclui seu desejo (negado) por Marcus.
O livro é ótimo porque mostra o que aconteceu da perspectiva de Darcy, mas como no primeiro livro, o que me irritou foi a constante carência de Darcy (ela sempre tinha que estar “competindo” com Rachel por alguma coisa. Ela não valorizava ser bela? Então por quê tanta carência? Irritante.) e como ela era tão egocêntrica a ponto de achar que um cara como Dex não poderia se interessar de verdade por sua amiga “boazinha”. Foi muito bom, apesar de ficar com pena (um pouco), vê-la sendo destratada da mesma forma que ela fez com tantos. Melhor do que o primeiro livro, Something blue continua a história mostrando um ponto de vista diferente que, se não faz o leitor simpatizar com Darcy e sua frivolidade, pelo menos ajuda a entendê-la.

Nenhum comentário:

Postar um comentário