27 de out. de 2017

Animais fantásticos e onde habitam (Michael Kogge) – 52 Weeks Project 2017


Título: Animais fantásticos e onde habitam: guia do mundo mágico do filme
Autor: Michael Kogge
Mês: Outubro
Editora Rocco Jovens Leitores, 96p.

Sinopse: Animais fantásticos e onde habitam: Guia do mundo mágico do filme oferece aos fãs tudo que eles precisam saber sobre o mundo mágico de Animais fantásticos e onde habitam. Com fotos incríveis e detalhes do tão aguardado filme da Warner Bros. Pictures, este guia destaca uma rica seleção de personagens, locações, artefatos, feitiços e momentos mágicos do longa-metragem que chega aos cinemas em 17 de novembro e marca a estreia como roteirista de J.K. Rowling, autora da série Harry Potter.

Um livro bem pequeno, mas cheio de informações legais sobre essa nova parte do universo mágico de Harry Potter. Se você ainda não viu o filme, ele introduz os personagens, criaturas e lugares de forma bem sucinta. Se você já viu o filme, de início a leitura até ser meio maçante, mas vale a pena ler porque algumas informações, geralmente no afã de ver o filme (e no meu caso, como eu só fui no cinema uma vez), serve para lembrar algumas coisas que possivelmente serão utilizadas nas sequências. Um livro de colecionador que embeleza a sua estante.

20 de out. de 2017

Star Wars: o código do caçador de recompensas (Daniel Wallace) – 52 Weeks Project 2017


Título: Star Wars: o código do caçador de recompensas
Autor: Daniel Wallace
Mês: Outubro
Editora Bertrand Brasil, 160p.

Um manual dos caçadores de recompensas do universo de Star Wars, que traz as noções básicas, requisitos de alistamento em guildas e os regulamentos dela, credos, recompensas por regiões, história dos caçadores de recompensas, armas e veículos, procedimento com o império, as fases (que são quatro) de como caçar uma aquisição, e muitas outras “dicas” sobre como se tornar e sobreviver na carreira de caçador de recompensa.

Levei mais tempo do que pretendia para ler esse livro. Diferentemente do Manual do império, esse não conseguiu chamar minha atenção. Claro, as ilustrações são muito bonitas, a diagramação tem um visual caprichado e as curiosidades sobre como funciona a guilda dos caçadores de recompensa é bem legal, mas num todo, talvez porque fosse o livro que menos me entusiasmou desde o início (só comprei para não desfalcar a coleção), eu nunca fui muito fã do Boba Fett. De qualquer forma, valeu a pena, se faz parte do universo expandido de Star Wars me interessa. Recomendo.

18 de out. de 2017

As seis mulheres de Henrique VIII (Antonia Fraser) – IDY 2017


Título: As seis mulheres de Henrique VIII
Autora: Antonia Fraser
Mês: Outubro
Tema: Passa na Europa
Editora BestBolso, 574p.

Catarina de Aragão, Ana Bolena, Jane Seymour, Ana de Cleves, Catarina Howard e Catarina Parr., estereotipadas como a Esposa Traída, a Tentadora, a Boa Mulher, a Irmã Feia, a Moça Má e a Figura de Mãe. Assim entraram para a história as seis mulheres do rei Henrique VII. Algumas caídas em desgraça por conta própria, outras com a ajuda do próprio marido (um homem lindo e justo quando jovem que se torna um gordo com desejos beirando os caprichos de uma criança birrenta), e uma e outra que conseguiu algum tipo de felicidade. Antonia Fraser desmistifica cada uma das rainhas de Henrique VII e mostra que cada uma delas contribuiu, das próprias maneiras, para a história da Inglaterra.

Divorciada, decapitada, morta, divorciada, decapitada, sobrevivente.

Assim começa uma das melhores biografias que eu já li. História inglesa nunca foi meu forte, apesar de sempre ter sido apaixonada pela vida de reis e rainhas mundo afora, conheço bem pouco. Eu estava de olho nesse livro fazia um bom tempo justamente por retratar uma época que só conheço um pouco através de filmes e séries (eu adoro a história da rainha Elizabeth e sua Era de Ouro, mas pouco sabia sobre a vida de seus pais, mesmo Ana Bolena sendo um assunto bastante abordado quando se fala de realeza inglesa). Aliás, talvez o fato de ser a mãe de uma das melhores governantes da Inglaterra, considerando os bastidores da transformação de Ana Bolena em rainha e a obsessiva fixação de Henrique VII por um filho homem que demorou para chegar e não viveu muito para reinar, seja o maior atrativo para a vida da Rainha Virgem. Eu não quero me prender a Ana Bolena, porque cada uma das mulheres teve um impacto e também não quero dar spoiler do livro, então deixo uma das passagens que mais me cativou (por falta de palavra melhor) e me lembrou que eu não estava lendo uma obra de ficção (porque sim, eu estava torcendo para Ana não morrer):

Por que se considerava essencial livrar-se da rainha Ana de uma vez? A resposta está no comportamento de sua antecessora. Certa vez, o rei e seus assessores tinham previsto uma retirada digna da rainha Catarina do palco, possivelmente para um convento. Em vez disso, tinham enfrentado sete anos de protesto, assumindo formas tão variadas como uma ameaça imperialista do exterior e apoio pessoal a Catarina dentro do país. Não dariam a mesma oportunidade a Ana Bolena. A dispensa com o que seria, na verdade, outro divórcio, teria deixado o rei com mais uma ex-esposa, poucos meses depois de ter-se livrado, pela morte da primeira. O momento da morte da rainha Catarina acelerara a queda da rainha Ana: agora, uma vez mais, a influência da mulher morta estendia-se além de seu túmulo na catedral de Peterborough para derrubar a mulher que a suplantara.

Um livro excelente, pois a autora, além de mostrar como era a vida social com todas as intrigas da corte, falando do vestuário e dos hábitos alimentares, da aparência física e dos dotes artísticos, conseguiu recriar um período muito distante da história britânica de maneira muito real e acima de tudo, desrotular cada uma das rainhas. Completamente recomendado.

16 de out. de 2017

Proezas, percalços e passatempos perigosos (J.K. Rowling) – IDY 2017


Título: Proezas, percalços e passatempos perigosos
Autora: J.K. Rowling
Mês: Outubro
Tema: Com bruxos/bruxaria
Editora Pottermore, 71p.

Quem foi realmente Minerva McGonagall? Tida como a professora mais séria de Hogwarts, foi um prazer saber mais sobre sua história de vida, desde seu nascimento até assumir o cargo de diretora de Hogwarts, passando pelo sua juventude, mostrando sua carreira profissional e seu casamento, e sua capacidade de se transformar em um animal. O que leva a segunda parte, onde se fala sobre os animagos:

Se você continuar a repetir seu encantamento ao nascer e ao pôr-do-sol, chegará um momento em que, ao toque da ponta da varinha no peito, sentirá um segundo batimento cardíaco, às vezes mais forte do que o primeiro, às vezes mais fraco.

Na terceira parte, narra-se a história de vida de Remo Lupin, como ele era na infância e o motivo do ataque de Fenrir a ele quando garoto, o transformando em um lobisomem, e a sua vida com o estigma da desconfiança. A quarta parte fala sobre os lobisomens. Seguidamente, tem-se um relato breve da vida da professora Trelawney, e sobre o antigo professor de Trato das Criaturas Mágicas, Silvano Kettleburn.

AAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHHHHH!!!!!!!!!!!!!!!!!! VOLTEI PARA HOGWARTS!!!!!!!!!!!!!!!! TÔ SURTANDO!!!!!!!!! Então, tá. Agora que já me acalmei, vamos à resenha.
Eu AMEI esse ebook. Para começo de conversa, valeu a pena matar a saudade de Hogwarts. Não tem como não sentir falta das histórias do mundo de Harry Potter, e eu nunca mais entrei no Pottermore, então estava carente mesmo.
Amei saber sobre a vida da minha professora favorita, McGonagall, fiquei fascinada com o processo de transformação de um homem em animal (é por isso que amo J.K. Rowling. As leis e regras que ela cria para o mundo bruxo só fazem dar substância a história), e gostei das conexões que a autora faz de um assunto para outro (McGonagall, animagos, Lupin, lobisomem). Quando li o terceiro livro da série, e Hermione revela que o professor Lupin é um lobisomem, fiquei curiosa para saber como aconteceu. À medida que a história ia se complicando, deixei esse assunto de lado. Mais uma vez, Rowling consegue de uma maneira muito simples retornar a uma curiosidade (adormecida, mas sempre presente), e de novo, mostra que tudo está sempre interligado (como sempre tem uma lição: a boca sempre paga). As curiosidades sobre os lobisomens também foram ótimas de saber, e a surpresa ficou conta do último personagem mencionado (surpresa porque era o tipo de personagem que, apesar de brevemente mencionado, deve ter suscitado curiosidade em alguém, o que mostra que a autora sempre pensa em todos os fãs). Agora eu estou louca para ler os outros ebooks, mas vou me acalmar. Não é sempre que temos novidades sobre o mundo de Harry, então eu sempre guardo o que consigo para momentos futuros. Completamente recomendado.

13 de out. de 2017

Divergente (Kate Egan) – 52 Weeks Project 2017


Título: Divergente guia oficial do filme
Autora: Kate Egan
Mês: Outubro
Editora Prumo, 156p.

Sinopse: Acompanhe na íntegra a jornada cinematográfica da série Divergente. São mais de 150 fotografias do filme e dos bastidores, que mostram a recriação do Fosso da Audácia, da Sede da Erudição, do setor da Abnegação e de seus extraordinários personagens. Descubra tudo sobre a elaboração dos figurinos, veja os desenhos conceituais em 3D e muito mais! Nas entrevistas com Veronica Roth, o diretor Neil Burger, os atores Shailene Woodley, Theo James e Miles Teller, você vai conferir o que inspirou o universo de Divergente. Acompanhe ainda o passo a passo de como as páginas desse mundo forma transformadas em uma experiência visual inigualável.

Eu tenho esse livro faz um tempão e achei que seria uma boa oportunidade para ler. Desde que o último filme dessa série foi cancelado no cinema, eu fiquei com um pé atrás em relação a tudo relacionado a adaptação (a história é boa, e pra variar, as megalomanias de Hollywood conseguiram que a série ficasse sem conclusão no cinema). Mas eu gostei das curiosidades sobre os atores, sobre a produção, e principalmente sobre como Veronica Roth começou tudo. Vale a pena para o fã matar a curiosidade sobre o primeiro filme.

11 de out. de 2017

O homem da lua (William Joyce) – IDY 2017


Título: O homem da lua
Autor: William Joyce
Mês: Outubro
Tema: Infantil
Editora Rocco, 56p.

Dalua era o filho do czar e da czarina Lunanoff. Quando bebê, ele e seus pais velejavam pelo Universo no Veleiro Lunar. Iam com eles as lagartas lunares, os lunobôs e, claro, Noiteluz, guardião do bebê. Mas a tranquilidade da Era de Ouro foi abalada quando Breu, Rei dos Pesadelos, se interessa pelo bebê que nunca teve um pesadelo na vida. Assim, o czar e a czarina fogem para longe, até um planetinha verde e azul chamado Terra, onde o Veleiro Lunar ficou orbitando. Quando Breu se aproxima, os pais de Dalua o escondem e Noiteluz promete que vai proteger o bebê. Quando a batalha tem fim, Dalua agora é um órfão, e só tem como companhia as lagartas e os lunobôs. Por um tempo, ele passa a observar as crianças na Terra com os telescópios do pai e deixa de se sentir sozinho. Ele cresce e se torna o Homem da Lua, responsável pela união dos Guardiões da Infância.

Juramos zelar pelas crianças da Terra, 
Mantê-las sempre longe do perigo, 
Preservar seus corações alegres, suas almas valentes e suas bochechas rosadas. 
Protegeremos com nossas próprias vidas seus sonhos e esperanças, 
Pois eles são tudo que temos, tudo que somos, 
E tudo que para sempre seremos.

Que livro mais lindo. Pequeno e bem infantil, totalmente colorido e uma maravilha de leitura. A criaturinha responsável pela origem dos guardiões, pela qual eu não dei nada quando vi o filme (me sinto envergonhada de admitir), mas por quem agora me sinto completamente encantada. Vale muito a pena comprar e ler para uma criança ou para se ter na estante. Afinal, todos nós já fomos crianças e sempre quisemos saber mais sobre os seres que povoaram nossos momentos mais inocentes.

9 de out. de 2017

O castelo de Otranto (Horace Walpole) – DL L&T 2017


Título: O castelo de Otranto
Autor: Horace Walpole
Mês: Outubro
Tema: Terror, suspense, thriller psicológico
Editora Nova Alexandria, 151p.

O filho de Manfred, senhor do castelo de Otranto, está prestes a se casar. Mas um pouco antes do casamento, Conrad é esmagado e morto por um elmo gigante que cai do alto. O evento inexplicável é de mau agouro, pois traz a luz uma antiga profecia que diz que "o castelo e o título de senhor de Otranto deixariam de pertencer à atual família se o proprietário real se tornasse grande demais para habitá-lo". Pensando que a morte do filho fosse o fim de sua linhagem, Manfred resolve se casar com a ex-noiva, Isabella, mas a jovem fica tão aterrorizada que foge em busca de ajuda. Ela conhece o camponês Theodore, que a ajuda a chegar na igreja onde ela se torna protetora do frade Jerome. Com ódio por ter sido enganado, Manfred ordena a morte do camponês, mas o frade o reconhece como seu filho. Aí o homem tem que escolher entre entregar Isabella ou ver o filho morrer. Os dois são interrompidos quando uma trombeta anuncia a chegada de cavaleiros de outro reino, em busca de Isabella. A jovem acaba sendo encontrada por Theodore, que a protege de novo, mas a confusão leva a uma descoberta que vai mudar o rumo da vida de todos.

Na procura por livros do tema do mês na minha estante particular e na biblioteca que trabalho, encontrei este, mas as resenhas sobre ele me decepcionaram um pouco, então só fiz questão de ler porque ele foi o primeiro romance gótico, tendo inspirado autores famosos como Bram Stoker e Stephen King. Achei o enredo meio louco, mas para quem gosta do gênero, é uma boa pedida. Se você procura por uma história que vai fazer seus cabelos ficarem em pé, esse livro vai decepcionar. No entanto, os elementos do gótico estão lá: castelo antigo, passagens secretas e escuras, fatos inexplicáveis e sobrenaturais. Não é meu gênero favorito, mas eu acabei gostando. Apesar de achar que a história meio enrolou na metade do livro (eu já estava confundindo a Isabella com Matilda), o final acaba sendo surpreendente.

6 de out. de 2017

Os arquivos perdidos (Pittacus Lore) – 52 Weeks Project 2017


Título: Os arquivos perdidos: a navegadora
Autor: Pittacus Lore
Mês: Outubro
Editora Intrínseca, 130p.

Lexa sofre um ataque. Seu prédio foi destruído, ela só se salva porque estava num porão. Zophie a alerta sobre a destruição que está tomando conta de Lórien, e sua única chance é correr para o Museu Lórico de Exploração, de onde vai sair uma nave em direção à Terra. Lexa irá navegar essa nave, e à medida que ela sobrevoa, toma ciência da destruição que abateu seu planeta. Zophie, Crayton e Ella sabem que outra nave também saiu de Lórien, mas não conseguem manter contato. O tempo vai passando e enquanto Crayton e Zophie começam a se preparar para desembarcar na Terra, Lexa começa a se perguntar o quanto do ataque a Lórien devia ter sido previsto pelos Anciões. Quando mal chegam na Terra, os mogs já estão no seu encalço. Quando Crayton decide partir com Ella e uma das quimeras que vieram com eles, Zophie e Lexa continuam em busca da outra nave e assim tem início a busca pela Garde e os alertas sobre o perigo dos mogadorianos.

Acho que esse é maior ebook dessa série. Como sempre a história é envolvente, fez com que eu destruísse as minhas unhas e conseguiu preencher as várias lacunas da história dos livros. Não tenho muito mais o que falar porque não quero soltar spoilers, mas indico totalmente.