4 de abr de 2012

A cidade do sol (Khaled Hosseini)


Título: A cidade do sol
Autor: Khaled Hosseini
Editora Nova Fronteira, 368 p.

Mariam perdeu a mão nova (ela tinha só 15 anos). Obrigada pela família do homem que deveria ser seu pai a casar com Rachid, um comerciante de sapatos. O homem é um bruto opressor, adepto da burca (vestimenta feminina que esconde todo corpo da mulher), e quando, depois de vários abortos, fica comprovado que Mariam não pode dar a Rachid seu tão sonhado herdeiro, sua situação piora, pois o maltrato do marido dobra. Ao mesmo tempo, Laila, uma moça esperta e mais jovem que Mariam, mostra uma vontade de ser uma mulher independente (o que é impensável para uma mulher pertencente a essa cultura). Seus planos são drasticamente alterados quando sua casa é explodida por um foguete, matando sua família. Mas o pior reservado a ela está para acontecer quando ela descobre estar grávida do namorado adolescente, exilado no Paquistão. Assim, estas duas mulheres com a vida dilacerada se encontram e surge uma bela amizade.

Todo mundo fala deste autor. E muito mais desse livro, então não tinha como não estar na minha lista. Apesar do fato de que eu não conheço muitos escritores orientais (na verdade, acho que por causa dos costumes referentes as mulheres, evito leituras sobre assuntos relacionados ao Oriente Médio), estava curiosa sobre Khaled Hosseini. Como não achei O Caçador de Pipas, resolvi ler esse mesmo. Devo dizer que somente a vontade de querer participar do Desafio Literário para me fazer ler ou continuar a leitura desse livro. A descrição realista da vida da sociedade afegã durante um período marcado por guerras civis, com o regime talibã e a ocupação americana, é digna de nota. Até mesmo sobre a condição social feminina. Um ótimo livro para se conhecer parte da História. Mas duvido que vá ler novamente.

Um comentário:

  1. Eu adoro esse livro, e também O Caçador de Pipas. E já li ambos várias vezes. xD
    Gostei da sua resenha.

    ResponderExcluir