6 de set de 2017

A garota dinamarquesa (David Ebershoff) – IDY 2017


Título: A garota dinamarquesa
Autor: David Ebershoff
Mês: Setembro
Tema: Livro que virou filme
Editora: Fábrica231, 363p.

Elinar e Greta são ambos pintores. Em uma tarde, porque sua modelo faltou e Greta precisava continuar seu trabalho, ela pergunta ao marido se ele poderia colocar as meias e os sapatos da moça. Ele aceita e ela continua seu trabalho. O que Greta não imaginava era que isso iria despertar alguma coisa em Elinar. E assim nasce Lily, com quem Greta gosta de conviver e a modelo que ela passa a retratar cada vez mais em suas pinturas (com as quais ela alcança um relativo sucesso). O tempo vai passando, Lily aparece cada vez mais enquanto Elinar vai desaparecendo, e ambos percebem que uma escolha decisiva terá que ser feita.

Eu vi o filme baseado nesse livro porque fiquei curiosa, porque gosto do Eddie Redmayne e estava torcendo para ele levar o Oscar do ano em que o filme foi indicado, e porque ele retrata a vida de dois pintores (arte é um assunto que me fascina). Aí fui procurar mais sobre a vida de Lily Elba na internet por simples curiosidade. Então, quando vi o livro em um sebo, tive que comprar. O autor fala que a história que ele narra é uma visão romantizada da vida de Lily, mesmo que ele tenha se baseado nos fatos reais da vida dela, mas isso em nada diminui a forma como a história prende a atenção. E gostei mais do livro do que do filme, porque o autor fala mais sobre a vida de Greta antes de se casar com Elinar. Não lembro se no filme eles explicam como no livro, mas eu gostei de entender os motivos dos sangramentos misteriosos de Elinar. Como um todo, o livro é ótimo, consegue tocar o leitor. Foi bom ver como se tratava a questão da transsexualidade, muito discutida hoje, justamente numa época em que o mundo passava por tantas mudanças. Eu sempre acho maravilhoso ver esse tipo de discussão inserida nesses momentos históricos, dá a impressão de que a leitura vem bem a calhar para o momento que estamos vivendo. Livro completamente recomendado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário