8 de abr de 2016

Dividir e conquistar (Carrie Ryan) – DL 2016


Título: Dividir e conquistar
Autora: Carrie Ryan
Mês: Abril
Tema: Com verbo no título
Editora Seguinte, 213p.

Após Dak, Riq e Sera conseguirem que a descoberta da América e a Revolução Francesa acontecessem como os livros de história contam, os três viajam no tempo e vão parar na Paris medieval, mais precisamente no dia 24 de novembro de 885, quando a cidade está prestes a sofrer um ataque viking liderado por Siegfried, que historicamente acaba se estabelenco na Normandia, de onde mais tarde seu descendente, ninguém mais ninguém menos que o Bill Helm, o homem que se tornaria o Conquistador da Inglaterra. Consequentemente, o destino do mundo atual depende do papel que os três viajantes irão desempenhar, até porque Siegfried faz parte da SQ. Querendo consertar a fratura na época, eles acabam metendo os pés pelas mãos, se confundem e se metem em muitos perigos até encontrarem o Guardião da História e assegurarem que tudo aconteça como está registrado no futuro.

O segundo livro da série Infinity Ring que eu estava ansiosa para ler desde que terminei o primeiro. Muito mais do que curiosa sobre a próxima aventura (e encrencas) em que Dak, Riq e Sera iriam se meter, eu queira mesmo era saber se Dak veria seus pais de novo. E Carrie Ryan não decepcionou. Como o primeiro livro, é ação do início ao fim. Gostei muito mais desse porque eles foram parar no meio de uma invasão viking e eu adoro qualquer história relacionada a esse povo antigo. Várias vezes me coloquei no lugar de Dak, porque adoro História, então me senti com ele nos momentos em que o menino queria xeretar os vikings, mas confesso que certas horas a teimosia dele em desconsiderar os perigos me enlouqueceram de ansiedade. Leitura rápida e fluída, totalmente recomendada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário