14 de mar de 2016

Tristão e Isolda (Fernandel Abrantes) – DL 2016



Título: Tristão e Isolda
Autor: Fernandel Abrantes
Mês: Março
Tema: Medieval
Editora Martin Claret, 144p.

Tristão ficou órfão muito cedo. Criado por um amigo de seu pai para se tornar um cavaleiro, aos 12 anos se mete em um grande problema e acaba indo parar nas terras que mais tarde descobre serem do seu tio, o rei Marcos da Cornualha. Ele acaba ganhando o afeto e confiança do tio e se torna seu provável herdeiro, pois Marcos não era casado nem tinha filhos. Ferido mortalmente em uma luta para salvar Marc, ele pede ao tio para ser colocado em um barco e morrer em mar aberto. O barco é encontrado em Weisefort, terra de Morholt, onde Isolda, a Loura, o cura. Tristão estava irreconhecível devido ao ferimento que recebeu e volta para o reino de Marc antes que alguém saiba quem ele é. Os barões da corte de Marcos odeiam Tristão e aconselham o rei a casar com uma princesa que lhe desse herdeiros, ou então, os barões declarariam guerra a ele. Certo dia, algumas andorinhas entraram pela janela do quarto do rei e deixam cair um fio de cabelo loiro e fino. Assim, Marcos decide que é a dona deste fio de cabelo que ele irá desposar. A moça é Isolda. Ela cura Tristão novamente quando o jovem é envenenado por um dragão que atacava o reino de Weisefort. Quem o matasse se casaria com Isolda. Tristão mata o animal e recebe Isolda como noiva de Marc. Os dois, a caminho da Cornualha, tomam uma poção que faz com se apaixonem um pelo outro. Isolda e Marc se casam, mas a rainha e o cavaleiro se tornam amantes. Desconfianças, inveja e armações levam a um final trágico e emocionante.

Faz muito tempo que eu vi o filme baseado nessa história. Na época achei meio fraco, mas agora depois de ler o livro, vejo que não tem nem comparação. Comparado ao filme, o livro é bem melhor. Apesar de a história ser meio trágica, adorei a leitura, e como eu adoro mitologia celta, amei as menções ao rei Arthur e a Avalon. O livro é fininho, dá pra ler em uma tarde. São muitas reviravoltas e desencontros que fazem você ficar grudado na leitura até terminar. E o final, apesar de achar bem previsível (fiquei com essa sensação mesmo antes de ver o filme), vale a pena. Recomendadíssimo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário