3 de fev de 2017

Origens (James Frey) – 52 WP 2017


Título: Origens
Autor: James Frey
Mês: Fevereiro
Editora Intrínseca, 143p.

Marcus Loxias Megalos sabe escalar qualquer coisa. Seus pais deixaram o filho em um acampamento aos sete anos de idade para que aprendesse a jogar bem para que pudesse salvar o mundo depois. Seu grande rival no local é Alexander Nicolaides. Dois opostos, eles se enfrentam quando ambos tem nove anos de idade. Ganhando mesmo perdendo, Marcus acaba se tornando melhor amigo de Alexander. Cinco anos depois, ambos são os únicos verdadeiros candidatos a se tornarem o escolhido, os dois são melhores em tudo que fazem. Quando chega o dia da escolha, uma surpresa desagradável: Alexander é o novo Jogador. Tentando se divertir com o amigo e consertar o clima pesado entre eles, o rapaz convida Marcus para uma última aventura juntos, mas tudo dá errado, e isso vai pesar na consciência do rapaz até que ele descubra a verdade...
Kala Mozami é uma ótima corredora. Seu treinamento começou aos quatro anos de idade. Sem lembrar de seu passado, Kala só treina, sem nunca se preocupar em forjar laços. Até Alad aparecer em sua vida. Não existe problema no fato dos dois se tornarem amigos, o problema começa quando a amizade se transforma em algo mais. Encontros escondidos a noite, preocupações sobre o futuro, essa é a vida de Kala e Alad agora. Até Kala ser escolhida para ser a jogadora, sem querer ser escolhida, sem ter escolha. Ela e Alad planejam e fogem, rumo a família de Kala... Antes ela nunca tivesse ido até lá.
Chiyoko Takeda foi treinada pelo tio a vida inteira. Sua incapacidade de fala é encoberta pela habilidade completa que apresenta durante seu treinamento. Mas um dos anciãos não respeita tanto assim a escolha e o tio da jovem propõe um desafio. Se Chiyoko vencer, ela será a jogadora, mas se Akina, filha do rico Satoshi Nori, vencer, a jovem perde o posto. Mas Chiyoko não quer perder nem seu lugar de escolhida nem o respeito do tio. Assim, ela começa a observar a oponente e de repente, a invejá-la também. Mas depois se lembra que essa garota fútil vai morrer, então está tudo certo. Quando o desafio enfim começa, Akina continua surpreendendo e Chiyoko vai adiando o momento em que terá que matá-la. Até que esse momento chega, mas a tarefa não é mais tão fácil assim.
Alice Ulapala é a jogadora dos koori, sempre treinando para ser a melhor. Filha de ex-jogadora, uma das melhores, Alice viu a mãe morrer de câncer e depois disso passou a treinar para esquecer a mãe e a dor da perda. Depois ela só quis ser tão boa como a mãe. Henry, seu pai, a treina tão arduamente quanto pode, em memória da esposa. Ela parte em uma missão, sua primeira morte humana, e a vítima é Zeke Cable. Pelo arquivo um cara normal, um inocente, e Alice resolve pesquisar sobre ele para saber por quê ele precisa morrer. O que ela não imagina é a consequência que sua escolha terá na vida das pessoas ao seu redor.

Como o primeiro livro da série, esse ebook é paralisante. Você não consegue desgrudar os olhos da tela do PC, você fica chocado pela história, pela trama, pelos personagens. Depois de ver como acabou a história de Kala, percebi que a narração da vida do próximo jogador seguiria o mesmo padrão referente ao acontecimento chave que leva a pessoa a se tornar realmente o Jogador (a). Não foi diferente, mas foi a história mais tocante. Entrei em desespero, literalmente, quando cheguei no fim da história de Chiyoko, sem acreditar, o que na verdade não devia ser surpresa, pois James Frey é um dos autores por trás do pseudônimo Pittacus Lore, e todas as pequenas histórias sobre Lórien conseguem surpreender muito mais do que a história em si.

Nenhum comentário:

Postar um comentário