6 de jun de 2016

Prodigy (Marie Lu) – DL 2016


Título: Prodigy
Autora: Marie Lu
Mês: Junho
Tema: Capa preta
Editora Rocco Jovens Leitores, 303p.

June e Day conseguiram fugir da República e agora são fugitivos. Day está muito machucado, então quando eles recebem ajuda dos Patriotas, só questionam o que essa ajuda irá custar. Quando descobrem que o preço é se juntar ao plano de matar o Primeiro Eleitor, eles concordam, apesar de June ter dúvidas sobre Anden, que é agora o ocupante do cargo devido a morte do pai. Ela acaba descobrindo que o jovem não é exatamente o político desalmado que o pai era e atrapalha os planos dos patriotas. Day é mais cético, obviamente, então a relação entre os dois se torna estranha. Eles acabam indo parar nas Colônias e descobrem os motivos e as cabeças por trás da tentativa de assassinato de Anden. De posse disso e da popularidade que adquiriu como rebelde inatingível, o herói que se revoltou contra as atrocidades da República, Day toma uma decisão que irá mudar os rumos da política e da sua vida para sempre.

Depois que li o primeiro livro dessa série, fiquei ansiosa para ler o segundo, mas como também era para desafio literário, deixei de lado esperando uma oportunidade, que apareceu esse ano para outro desafio. Eu também não consegui me controlar, li o final do terceiro livro e desde então fiquei me perguntando como se chegaria aquilo. Esse livro mostra um relance de como será o final da série. Sendo distopia, nem me impressionei mais (depois do choque inicial, claro rsrsrs). Adorei. Li em uma tarde, não consegui largar de jeito nenhum. A história prende demais, você fica louca querendo saber o que acontece com o Primeiro Leitor, se eles vão levar o plano adiante, se dá pra confiar nos Patriotas cegamente, é tudo muito intenso, ação atrás de ação, o que é uma coisa boa, porque distopia, já sabe muita gente morre, então a narrativa ter que ser empolgante do início ao fim para evitar que leitoras como eu desistam do livro depois de tanta morte. Completamente recomendado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário