15 de jun de 2016

Ela é uma fera (Marina Carvalho) – RC 2016


Título: Ela é uma fera
Autora: Marina Carvalho
Mês: Junho
Tema: Escolha do leitor
Editora Novo Conceito, 155p.

Lucas acha que teve a vida arruinada pelos pais. Vivendo e estudando nos EUA, ele era quase uma americano. Estava já se preparando para entrar em uma das grandes universidades do país quando o pai resolveu voltar as origens e trouxe a família de volta para o Brasil, especificamente de volta para São João del-Rey, uma pequena cidade mineira, onde ele teria que se adaptar a uma nova realidade. Carolina é a irmã mais velha de Clara. Ambas não podiam ser mais diferentes uma da outra: enquanto Carolina é tida como intratável que não se preocupa em se adequar a sociedade para ser aceita, Clara é doce e faz tudo para se enquadrar no grupo, o que envolve namorar, pois ela é a moça pela qual todos os rapazes da escola babam, inclusive Lucas. Mas o pai delas tem uma regra básica: Clara só namora quando Carolina namorar. Dado que o apelido de Carolina na escola é megera... Lucas, então, elabora um plano para se aproximar de Clara, ao mesmo tempo em que Henrique, o cara mais popular do colégio, também quer sair com a menina. Mas será que os planos deles vão dar certo?

Mais uma história maravilhosa inspirada na obra de William Shakespeare, A megera domada. Já vi novela e filme com novas versões dessa história, e todas muito divertidas. Esta criada por Marina Carvalho, que por sinal está se tornando uma das minhas escritoras nacionais favoritas, não fica longe. Todos os elementos estão aí: as irmãs de caráter oposto, o cara bonzinho que quer namorar, o mau caráter que só quer “dar uns pegas” na irmã ingênua, o mau gênio da mais velha, o cara com pinta de serial killer (uma máscara que esconde um lado legal). Eu ri muito com esse livro, e mesmo que já saiba o final, a autora consegue surpreender com algumas coisas. E o final, que eu esperava que fosse a la 10 coisas que eu odeio em você, conseguiu ser muito, muito, MUITO mais legal. Adorei e recomendo completamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário