13 de abr de 2015

O mar de monstros (Rick Riordan) – RC 2015


Título: O mar de monstros
Autor: Rick Riordan
Mês: Abril
Tema: Adaptado para o cinema
Editora Intrínseca, 286p.

Percy Jackson, depois de causar um tumulto na sua nova escola devido a um ataque de monstros, está de volta ao acampamento meio-sangue, só que dessa vez ele levou alguém com ele: Tyson, um ciclope. Apesar de Annabeth não gostar , Percy não abre mão do amigo, mas fica envergonhado de tê-lo por perto. Apesar de Poseidon, deus do mar e pai de Percy, assumir Tyson como seu filho, o preconceito ainda é grande. Percy não consegue entender a antipatia gratuita de Annabeth pelo jovem ciclope e ainda tem que lidar com Clarisse, filha de Ares, o deus da guerra, com quem o menino já havia se desentendido muito seriamente. Quando a árvore de Thalia, que protege o acampamento, é envenenada, Percy parte com os amigos em busca do velocino de ouro, que tem propriedades curativas. Navegando pelo Mar de Monstros, eles precisam enfrentar os mesmos perigos que Ulisses enfrentou na sua volta pra casa da guerra de Tróia, além de terem que lidar com Luke, o (antes) amigo de Percy, que quer o velocino para trazer Cronos de volta a vida.

Eu selecionei justamente esse livro para esse tema porque foi a desculpa que encontrei para ler a continuação de O ladrão de raios e pra saber se tinham feito com a adaptação deste livro o mesmo que fizeram com a adaptação do primeiro. E sim, fizeram, coisa pior. Se na primeira adaptação mudaram algumas coisas, nesta mudaram muito mais. Juro, até agora não consegui entender o porque. Enfim, não estou aqui para falar das mudanças do livro para o filme, até porque se fosse fazer isso, não sairia daqui hoje. Eu gostei mais desse livro do que do primeiro, porque é uma continuação e parece que agora os acontecimentos que culminarão no último livro estão tomando forma. O fato de Riordan misturar mitologia grega com fatos contemporâneos é um chamariz da história. Continuo ansiosa para ler a continua da série, principalmente por causa do final deste segundo livro. Recomendo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário