20 de abr de 2015

Beauty and the beast (Jenni James) – RC 2015


Título: Beauty and the beast
Autora: Jenni James
Mês: Abril
Tema: Com antônimos no título
Editora Brigham, 260p.

"That will be the day you embrace what has truly happened to you and the day you realize what it means to be a hideous beast forever.”

A transformação do príncipe Alexander está completa. Uma velha mulher, de quem ele tirou sarro por ser feia, era na verdade uma bruxa. E ela o amaldiçoa, transformando-o em uma fera. O príncipe ainda tenta se desculpar, mas não adianta, a maldição foi lançada. A partir do momento em que ele se olhar no espelho, ele tomará consciência do que se tornou. Ele será forçado a continuar desse jeito até que encontre uma mulher que consiga olhá-lo, aceitá-lo e amá-lo pelo monstro que ele é. O prazo para que isso aconteça é um ano.

“Y-you will be forced to stay this way forever, half man, half beast—unless you find some poor, pitiful female to embrace, accept, and love you for the monster that you are.”

Cecelia Hammerstein-Smythe está feliz. Ou estava, até encontrar Alexander. Ela não gosta dele, e nunca fez questão de esconder esse fato. Ele se desculpa e ela estranha o comportamento educado, já que Alexander nunca havia tratado-a assim antes. Mas ela deixa o assunto de lado quando encontra Lord Willington. Em um passeio, o jovem abre seu coração a respeito do sentimento por Kathryn, Lady Dashenwold e tenta ser delicado ao dizer que seu pai jamais permitiria que ele se casasse com Cecelia. Tentando superar a decepção e lutando para não chorar na frente de Charles, ela deseja ir embora. Quando já escureceu, ela se dirige ao riacho e chora por ter o coração partido. Ela acaba encontrando Alexander na forma do lobo-fera, e no susto o acerta com um galho na cabeça. Inesperadamente para Alexnader, a jovem começa a se interessar em ser amiga do lobo-fera. Com menos de oito meses para seu prazo acabar, o príncipe agora pretende auxiliar o primo para se tornar rei, já que ele não tem mais esperança nenhuma de voltar ao normal. O encontro inesperado com Cecelia faz os dois se tornarem amigos, sem ela saber que o lobo-fera na verdade é Alexander. Tendo que lidar com a fofoca criada pela própria mãe de que ela se casaria com Lord Wilington, Cecelia também se torna amiga do príncipe, enquanto ele já sabe que está apaixonado por ela. Enquanto Lord Bellemount tenta descobrir quem é a garota que está pondo a perder seus planos de se tornar rei, Alexander tenta fazer com que o primo nunca se aproxime de Cecelia. Quando o príncipe acha que vai poder ficar com a mulher que ama, os sentimentos dela não são o que ele queria. E agora, Cecelia poderá amar o príncipe da mesma forma que ama o lobo?

A primeira coisa que pensei quando vi esse livro foi que não poderia ser uma nova adaptação do conto da Bela e a Fera tão diferente do que já se conhece por aí. E na verdade, não é mesmo. Só peguei para ler porque a capa é muito bonita e porque a autora é Jenni James (não uma favorita, mas cujas histórias servem de bom passatempo). Gostei muito da leitura, A Bela e a Fera é um dos meus contos da fadas favoritos. A leitura foi interessante, porque, claro, tem os elementos que todo mundo já conhece (o feitiço, a fera, a camponesa, o amor pela fera, o fato de parecer tarde demais), mas Jenni conseguiu mudar algumas coisas, que mesmo assim se adequaram ao contexto da história de forma excelente. Esse livro, publicado pela editora Brigham, é o primeiro da coleção Faerie Tale, o segundo sendo The Sleeping Beauty, que eu já estou ansiosa para ler. Completamente recomendado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário