30 de set de 2014

Insurgente (Veronica Roth) – DL 2014



Título: Insurgente
Autora: Veronica Roth
Mês: Setembro
Tema: Young adult
Editora Rocco Jovens Leitores, 511p.

Quatro, Tris, Marcus, Peter e Caleb estão fugindo. Tris ainda sente o peso das ações que levaram a sua fuga, ainda revive a morte dos pais e de Will. Eles chegam ao complexo da Amizade, onde são permitidos ficar contanto que sigam as regras. Ao espiar uma conversa entre Marcus e Johanna Reyes, a líder da Amizade, ela fica desconfiada, mas Quatro não compartilha do seu entusiasmo em descobrir o que é. Quando membros da Erudição e da Audácia chegam para procurá-los, eles fogem novamente, e acabam indo parar na área dos sem-facção, onde Evelyn Johnson, a mãe de Quatro, revela-se viva. O plano agora é derrubar a Erudição, mas Tris percebe que existe algo mais nessa história que Evelyn não quer revelar, e que ela quer usar o filho para isso. Eles vão embora, Caleb volta para a Abnegação e Tris e Quatro para a Franqueza, onde o casal discute sobre a falta de confiança mútua que parece existir agora entre eles. Eles são interrogados e Christina finalmente descobre o que aconteceu a Will, enquanto Quatro novamente percebe que Tris andou escondendo coisas dele. Em uma tentativa de espiar a Erudição, Eric e outros membros da Audácia invadem o prédio utilizando um gás que permitiria a eles descobrir quem são os divergentes e na fuga, Tris descobre que Uriah é um deles. Ela consegue ferir Eric e o grupo é salvo. O líder da Franqueza, Jack Kang, tenta negociar com Jeanine Matthews, mas não dá certo. É quando os membros da Audácia decidem eleger um novo líder para poder julgar Eric. Não se sentindo mais seguros, eles decidem voltar para a sede da Audácia. Quando Jeanine mais uma vez usa uma simulação para matar os amigos de Tris em troca dos divergentes, ela resolve se sacrificar e vai para a Erudição. Mas nem tudo está perdido ainda, e Peter se revela novamente. Agora, é uma corrida contra o tempo pra evitar que Evelyn consiga seu objetivo antes de descobrir o segredo que levou a morte dos pais de Tris.

Depois de Divegente, eu não soube muito bem o que esperar de Insurgente. Comprei e demorei um pouco pra começar a ler, e esse tempo foi suficiente para Veronica Roth lançar Convergente e os spoilers sobre o final da trilogia vazarem na internet. Infelizmente, eu vi um desses spoilers, o que só me fez demorar mais ainda pra ler o livro. Peguei pra ler varias vezes, começava e parava, até que, convencida de que a demora não ia mudar o final, peguei e li em uma tarde, porque simplesmente não consegui largar. A narrativa é rápida, a autora não se prende em detalhes e você fica louco pra chegar logo ao final. O romance não é deixado de lado, mas devido às pressões que o casal principal sofre os momentos românticos são poucos. Foi uma coisa que eu gostei do jeito que a Veronica Roth dosou. Enfim, já lendo Convergente, apesar de saber o final. Super indico, mas não fique esperando uma leitura leve.

Nenhum comentário:

Postar um comentário