24 de mar de 2013

Os príncipes encantados de Libby Manson (Jane Green)– Fuxicando sobre Chick-lits


Tema: Mulher independente
Mês: Março
Livro: Os príncipes encantados de Libby Manson
Autora: Jane Green
Ed. Record, 462p.

Libby acabou de terminar com seu péssimo namorado Jon. Arrogante, sem dar o valor que a moça merecia, o relacionamento afunda. Depois de uma semana de fossa, Libby volta a circular. Seu interesse agora é outro: nada de se apaixonar, agora ela só quer sexo sem compromisso. Nick, um jovem escritor que não tem onde cair morto, aparece em seu caminho. O sexo é sempre ótimo, o que para Libby está perfeito, já que compromisso mesmo só com um cara rico que possa satisfazer seus gostos. O problema começa quando ela se envolve mais do que esperava, sendo que Nick não quer saber de um relacionamento sério. Aí aparece Ed, um cara rico, dono de uma bela mansão, que a presenteia com flores, chocolates e a trata da forma que ela sempre sonhou. O problema com ele é na cama... Horrível não é uma palavra adequada para descrever essa noite deles. E Libby fica furiosa com a “inexperiência” de Ed e consigo mesma por sentir falta de Nick. Agora, ela precisa escolher se casa com o banqueiro rico que irá satisfazer seus desejos caros ou se ficará com Nick, dando adeus a vida que sempre sonhou.

Um livro legal. No inicio a história é meio devagar. O relacionamento com Nick é descrito de forma não detalhista, mas lenta, o que me deixou meio cansada de ler. Até que ela termina com ele e conhece Ed. Um cara totalmente à moda antiga. Cavalheiro, mas péssimo de cama. A descrição da primeira noite deles é uma verdadeira piada, morri de rir com a raiva dela. Na verdade, morri de rir com tudo. O grande problema de Libby é sua indecisão. Ela tenta fazer dar certo com Ed, principalmente quando está cercada da riqueza e beleza que o dinheiro dele proporciona. E mesmo nessa parte ela se mostrando uma completa interesseira, acaba sendo divertido porque eu meio que já suspeitava sobre quem ela iria escolher... Uma leitura divertidíssima, um livro muito indicado.

2 comentários:

  1. Oie!

    Que interessante, acho que nunca tinha prestado atenção neste livro. Gostei!!

    Bjinhs*

    ResponderExcluir
  2. Oi flor!
    Como comentei, eu acho que li esse livro duas vezes, mas já faz tanto tempo que eu mal me lembro da história.
    Eu acho que, quando li, achei divertido, mas não gostei tanto. Talvez seja por isso que eu não lembre muito bem dele... Mas que bom que você gostou!
    Beijão!

    ResponderExcluir