17 de set de 2012

A pirâmide vermelha de Rick Riordan – DL 2012


Tema: Mitologia universal
Mês: Setembro de 2012 (Livro 2)
Leitura do mês: A pirâmide vermelha
Autor: Rick Riordan
Editora Intrínseca, 445 p.

Carter Kane e seu pai Julius estão em Londres para a costumeira visita a irmã de Carter, Sadie, que vive com os avós maternos desde a morte da mãe deles. Julius Kane é um arqueólogo e egiptólogo conhecido no mundo todo. Nesta noite, uma véspera de Natal, Julius resolve levar os filhos para o British Museum, onde ele afirma para os filhos que irá “consertar” as coisas. No entanto, tudo dá errado, pois Dr. Kane acaba libertando os principais deuses do panteão egípcio: Set, Osíris, Hórus, Néftis e Ísis. O maligno deus Set aprisiona Julius em um caixão e o enterra, jurando perseguir seus filhos. A confusão está armada, Carter e Sadie não entendem nada e acabam sendo levados por um homem chamado Amós para uma casa no Brooklyn, Estados Unidos. Só que nem tudo parece seguro: sua nova casa é atacada e eles precisam fugir para salvar suas vidas. A partir daí, os irmãos Kane embarcam em uma aventura louca e cheia de imprevistos para salvar seu pai, e no caminho descobrem a verdadeira história de sua família, qual seu vínculo com um grupo secreto de magos poderosos que existe desde o tempo dos faraós e qual a real fonte de seus poderes.

Eu simplesmente amei este livro. Desde que assisti a desastrosa adaptação de Percy Jackson para o cinema, fiquei com um pé atrás com Rick Riordan (como se a culpa do filme ruim fosse do autor....), então estava muito na dúvida com essa nova série. Não me arrependi. O livro, narrada em primeira pessoa (alternando entre os irmãos) é repleto de informações históricas e curiosas sobre o Egito Antigo, principalmente sobre sua mitologia. Conhecemos um pouco da história de Osíris, Ísis e Hórus, da eterna disputa pelo poder entre Set e Osíris e do papel que cada um dos mais importantes deuses egípcios desempenhava. Um dos pontos altos é a maneira como Riordan explorou as variações de um mesmo mito. Por exemplo, uma das variações: quando Osíris é aprisionado pelo irmão Set, seu caixão é quebrado e o pedaço espalhado por vários cantos do Egito. Ísis foge, reúne os pedaços e revive Osíris tempo suficiente para que ela engravide de Hórus, o qual mais tarde derrota Set e assume o trono. Existe outra variação em que Hórus é irmão de Osíris e Ísis, ao invés de filho. Os três, junto a Set e Néftis, são filhos de Geb e Nut. Riordan expõe cada variação de uma forma que o leitor não se confunde. Ele também menciona objetos famosos, como a Pedra de Roseta, e explica sua história. Este livro reúne todos os elementos de uma deliciosa aventura infantojuvenil: aventura, diversão e educação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário